Teve início no dia 1º de março o ano de instrução 2018 do Tiro de Guerra de Ourinhos. Após várias etapas de seleção entre cerca de 800 alistados em 2017, foram selecionados 100 jovens que servirão o Tiro de Guerra, como atiradores, saindo, ao final de nove meses de atividades, como reservistas de 2ª categoria do Exército Brasileiro.

O Instrutor 1º Sargento Guilherme de Toledo Piza, explica que neste início de atividades os Atiradores limitam-se a aprender as primeiras noções de Ordem Unida (posicionamento em forma, marcha, movimentos) e informações sobre direitos, deveres e o funcionamento do TG. “Chegam assustados, inseguros, mas em pouco tempo, após conhecerem o trabalho que será realizado ao longo dos nove meses de instrução, se acostumam à rotina do quartel”.

CORTE DE CABELO E DOAÇÃO PARA A RECCO - Já no início das atividades os atiradores passaram pelo 1º corte de cabelo. A turma cortou o cabelo na sede do Tiro de Guerra, quando o cabeleireiro Paulo Bertoldo compareceu para realizar o serviço.

Neste ano, o atirador 091 – Sérgio Henrique Ferreira Alves Filho, 18 anos, surpreendeu o cabeleireiro, os instrutores e demais companheiros, com um ato de amor e solidariedade: informou que doaria os cabelos, com mais de 30 cm de comprimento, para a RECCO, entidade ourinhense que atende pessoas com câncer. Segundo Sérgio, seus cabelos não eram cortados há mais de dois anos. “Trata-se de um excelente exemplo, a ser seguido por todos que tenham cabelos compridos, a partir de 15 cm. Muitos pacientes que perdem os cabelos devido ao tratamento contra o câncer podem ser beneficiados com esse gesto simples e digno de admiração”, considera Subtenente Ivonildo.

O Tiro de Guerra 02-026, de Ourinhos, está subordinado ao Comando da 2ª Região Militar, através da Seção de Tiros de Guerra, sediada em São Paulo-SP.