O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado, ontem, a 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP).

A sentença do juiz Sergio Moro é a primeira condenação criminal do petista. Lula, 71 anos, não será preso -pelo entendimento do Supremo Tribunal Federal, só cumprirá pena se a segunda instância ratificar a decisão.

Moro chegou a afirmar na sentença que "caberia cogitar" o decreto imediato de prisão, diante do comportamento de Lula de tentar intimidar autoridades e da orientação para a destruição de provas.