A hepatite C, descoberta só no início dos anos 1990, é uma doença silenciosa que pode levar a doenças crônicas como cirrose, câncer de fígado e inflamação no rim. O diagnóstico precoce é fundamental para evitar esses males no futuro.

Os sintomas costumam demorar até décadas para aparecer e surgem na fase aguda, culminando nessas enfermidades mais graves, segundo a infectologista Raquel Silveira Bello Stucchi, da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). \"A hepatite C é transmitida pelo contato com sangue.

A especialista diz que os grupos de risco incluem nascidos antes de 1993 e quem fez cirurgias também antes desse período, além de diabéticos em qualquer idade. \"Há ainda os que compartilham objetos, como escovas de dente, alicate de unha e lâmina de barbear ou depilar. Esses hábitos não são recomendáveis\", alerta.