O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) calcula a aposentadoria dos segurados com base nos períodos de contribuição cadastrados no Cnis (Cadastro Nacional de Informações Sociais).

Muitas vezes, porém, nem todos os anos de trabalho foram reconhecidos pelo sistema e ficarão fora do cálculo do benefício caso o segurado não apresente outras provas de tempo de contribuição.

O trabalhador deve estar preparado para não ter problemas quando for atendido no posto do INSS para pedir a aposentadoria. Quanto mais documentos apresentar, menos dificuldade terá para ter todos os períodos de trabalho reconhecidos.

Na hora de se aposentar, o principal documento é a carteira de trabalho. Porém, para que seja aceita sem ressalvas pelo órgão, deve estar intacta e sem rasuras. Nesses casos, o INSS pode exigir mais comprovantes para reconhecer as anotações na carteira.